quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

"Tu, pois, quem quer que sejas, que te glorias piamente e com fé do nome de cristão, aprecia em seu justo valor o favor dessa reconciliação. Com efeito, a ti outrora abatido, a ti, reduzido a pó e cinza, a ti, a quem não restava nenhuma esperança de vida, a ti, pois, pela encarnação do Verbo, é dado o poder de voltar de muito longe para teu Criador; de reconhecer teu Pai, de tornar-te livre, tu, que eras escravo; de ser promovido a filho, tu, que eras estranho; de nascer do Espírito de Deus, tu, que nasceras de uma carne corruptível; de receber por graça o que não tinhas por natureza; enfim, de ousar chamar Deus de Pai, se te reconheces filho de Deus pelo espírito de adoção." 
São Leão Magno, Segundo Sermão do Natal do Senhor 

Nenhum comentário:

Postar um comentário