sexta-feira, 19 de junho de 2015

Se um escravo fugia, certamente seu senhor se sentia injustiçado e clamava aos céus contra o negro ingrato que, sendo tão bem tratado, tão bem alimentado, tendo tanto conforto e excelente alimentação, se furtava ao patrimônio de seu piedoso mestre.
É assim o mundo. Sobrevalorizamos cada bem que fazemos e cada mal que recebemos. E minimizamos cada bem que nos fazem e cada mal que fazemos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário